Ação ambiental da Celpe reduz em 93% as interrupções de energia provocadas por incêndio em canavial

27/05/2017
Recife, 27 de maio de 2015 – O encerramento da safra de cana de açúcar 2014-2015 trouxe um dado positivo para todos os moradores do litoral e das Zonas da Mata Norte e Sul do Estado.  A campanha de prevenção a incêndios sob linhas de transmissão de energia, levada desde 2010 a municípios da região pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), através da Unidade de Meio Ambiente (EIMA), conseguiu reduzir em 93% o número de interrupções de energia provocadas pelas queimadas, tendo registrado na última safra apenas uma ocorrência. A iniciativa tem conseguido sensibilizar a população para evitar a prática não controlada de queimadas – de caráter criminoso – que pode danificar as redes de transmissão de energia e provocar interferências no fornecimento. 

A ação é promovida em parceria com o IBAMA, Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF) e outras instituições. “A Celpe desenvolve essas ações para reduzir as queimadas não controladas sob as linhas de transmissão, agregando um maior número de parceiros e buscando a melhoria contínua das atividades desenvolvidas” explica o gestor da Unidade de Meio Ambiente da Celpe, Thiago Caires, que anunciou a continuidade da ação. “Chegamos a um bom resultado e entendemos que é um objetivo a ser perseguido continuamente”, enfatizou. 

A campanha possui ações direcionadas aos produtores rurais e fornecedores (visitas técnicas), aos professores, agentes de saúde, lideranças comunitárias (oficinas de sensibilização) e a população residente nos vilarejos, distritos e municípios próximos às áreas de cultivo de cana de açúcar (palestras comunitárias). Neste ano, além das orientações em rádios e as ações educativas nas praças públicas e escolas, a Celpe iniciou o “Cinema na Comunidade”, momento onde foi exibido o filme Tainá – A origem, produção patrocinada pelo Grupo Neoenergia, e palestras educativas sobre o tema. 

Na mobilização da safra 2014/2015, nove usinas e sete fornecedores de cana de açúcar receberam visitas técnicas para monitoramento ambiental do plantio e colheita da cana-de-açúcar em área críticas para o sistema elétrico. No que se refere às ações educativas, a Celpe capacitou até o momento, 455 professores, 422 alunos, 116 agentes de saúde, 6 sindicalistas e 748 trabalhadores rurais e funcionários.
 
PRÊMIO - A Campanha de combate a queimadas sob linhas de transmissão foi reconhecida no Prêmio Top Socioambiental e de RH da ADVB (estadual e nacional) como uma das melhores práticas de sustentabilidade do país. A premiação da ADVB coroa as ações alinhadas aos valores de Sustentabilidade e Criação de Valor das empresas do Grupo Neoenergia. 
LEI – A queimada controlada da cana de açúcar necessita da prévia autorização dos órgãos ambientais e é condicionada pelo Decreto Federal Nº 2.661, de 1998, que veta o emprego do fogo nos limites das faixas de segurança das linhas de transmissão, bem ao redor da área de domínio da subestação de energia elétrica.​
Voltar