Celpe intensifica ações de combate ao furto de energia na região metropolitana do Recife

04/04/2019

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) desligou, desde o início deste ano, 2700 ligações clandestinas, conhecidas como macacos, em casas e estabelecimentos comerciais da Região Metropolitana do Recife, onde a empresa realiza a “Operação Clandestinos”. De janeiro até agora, mais de 23 mil inspeções foram realizadas na região. A energia recuperada nesse período é o suficiente para abastecer o município de Camaragibe por aproximadamente 30 dias.

O
 furto de energia é crime, sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão. Além de representar riscos de acidentes graves à população, a energia furtada é paga por outros consumidores, através do repasse na tarifa de energia. Além disso, as perdas contribuem para tornar a conta de luz mais cara para todos os consumidores. O valor da energia furtada e os custos para identificar e coibir as irregularidades são levados em consideração pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para estabelecer o quanto a energia custa para cada área de concessão.

Outro prejuízo dos furtos e fraudes de energia é na qualidade do serviço prestado para os consumidores. As ligações clandestinas sobrecarregam as redes elétricas, deixando o sistema de distribuição mais suscetível a interrupções no fornecimento de energia.

Como denunciar

Para reduzir os riscos e o furto de energia, a Celpe mantem um programa constante de inspeções. A empresa tem canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações anonimamente, como o 116 ou pelo site da companhia.

Orientação de segurança

Quem faz ligações clandestinas ou, como são chamados popularmente, “gatos” corre o risco de sofrer acidentes graves, muitas vezes fatais, pois envolve a manipulação de circuitos energizados. Um técnico da Celpe recebe horas treinamentos específicos antes de atuar na rede elétrica. Há também o risco de causar um curto-circuito que atinja a rede, podendo provocar o desligamento e a queima de equipamentos e eletrodomésticos da residência e da vizinhança.

A Celpe orienta que todos podem reduzir o valor da conta de luz mensal usando a energia elétrica de modo eficiente e evitando desperdícios na utilização de aparelhos como chuveiros, ferros de passar roupas, condicionadores de ar, aquecedores e
secadores, entre outros. ​

Voltar